As melhores dietas para emagrecer rápido

Todos os anos, novas dietas milagrosas surgem na mídia para a alegria dos brasileiros. Contudo, emagrecer com dietas serve apenas para que você reduza rapidamente o peso, mas há a necessidade de manter a perda e equilíbrio do peso com reeducação alimentar posteriormente.






As melhores dietas para emagrecer são aquelas que não privam as pessoas de alimentos de toda a pirâmide alimentar, e as que não excluem refeições mínimas diárias. O foco de uma boa dieta é sempre o equilíbrio e a saúde.

Conheça agora algumas dietas legais que foram comprovadas pela medicina e que podem ser uma ótima opção para o seu emagrecimento. Não se esqueça que a boa dieta deve ser complementada por um bom programa de exercícios e bons hábitos de saúde.

Dieta Paleolítica



O nome é engraçado e esta dieta virou febre nos Estados Unidos, comum entre as celebridades. Sim, ela é baseada na dieta dos nossos ancestrais, de mais de 15 mil anos – por isso o nome Dieta Paleolítica. O ideal para esta dieta é comer apenas o necessário e de forma nutritiva. Os antigos seres humanoides caçavam e coletavam produtos naturais e crus.



 A dieta paleolítica propõe um retorno à alimentação primitiva, menos industrializada, mais saudável e nutritiva. Foi elaborada pelo biólogo americano Mark Sisson, e baseia-se numa mudança no estilo de vida e não apenas na alimentação. Privilegia a exercícios, movimentação ativa e combate ao sedentarismo. Contudo, a dieta possui um jejum prolongado, além do consumo de carne vermelha em excesso e restrição de carboidratos.

O que comer: Carnes vermelhas (inclusive as víceras.), peixes de todos os tipo, ovos frescos, frango, vegetais in natura e integrais de todos os tipos, manteiga caseira, leite fresco e muita água. Evite frituras, procure fazer sua alimentação assada ou cozida.

O que evitar: Laticínios industrializados – qualquer coisa industrializada, grãos todos os tipos de refinados, refrigerantes, bebidas alcoólicas, óleos vegetais, salgadinhos, bolachas, bolo, pães de farinha branca, etc.

Dieta Dash




A Dieta Dash é conhecida também como Dietary Aproaches to Stop Hipertension foi desenvolvida exclusivamente para portadores de pressão alta. É uma dieta muito saudável, prática e eficiente na perda de peso. Exige exercícios físicos frequentes.

A Dieta Dash reduz os seus riscos de diabetes, bem como de vários outros problemas de saúde, como artrite, osteoporose, câncer, AVC, diabetes, envelhecimento precoce, etc. É quase que eliminada a ingestão de sódio no organismo, bem como o consumo de gordura saturada e o colesterol.

O que comer: Todos os tipos de alimentos orgânicos, principalmente vegetais e frutas. Leites e derivados, peixe, frango orgânico e alimentos com baixos teores de sódio e calorias também são indicados.

O que evitar: Alimentos industrializados, todos tipos de refinados, refrigerantes, bebidas alcoólicas, fast food e todos os alimentos ricos em sódio, como a margarina, os condimentos prontos, entre outros.


Dieta do Mediterrâneo




A dieta do mediterrâneo é baseada na alimentação dos países que formam a região do Mediterrâneo: Itália, Espanha, Grécia, Egito, Líbia, Marrocos, Turquia e Líbano. O clima, a temperatura e o solo influenciam na agricultura em todos estes países e em costumes alimentares destas populações a beira-mar. É uma dieta antioxidante e rejuvenescedora, perfeita para o sistema imunológico.

O que comer: Todos os tipos de frutas, hortaliças (verduras e legumes), cereais, leguminosas (grão-de-bico, lentilha), oleaginosas (amêndoas, azeitonas, nozes), peixes marítimos, laticínios naturais, vinho, azeite de oliva e ervas aromáticas, que dão cor e sabor especiais a esta culinária. Além disso, é caracterizado por um baixo consumo de.

O que evitar: Carnes vermelhas, gorduras de origem animal, produtos industrializados de todos os tipos, além de doces, alimentos ricos em gordura e açúcar



0 comentários