Como acabar com a celulite em 10 passos. Tipos e formas de tratamento.

Promessas para acabar com a celulite é o que não faltam no mercado estético. Cremes, aparelhos, massagens, drenagens e até cirurgia plástica (a chamada subcisão) estão na lista de procedimentos.  
Há também, claro, as formas naturais de prevenir os temíveis buraquinhos na pele. Com frequência são publicadas dicas de novos exercícios físicos ou indicações de mudanças de hábitos e na alimentação que vão ajudar nessa missão.  

Tudo isso por que a celulite é, de fato, uma das maiores inimigas das mulheres, que lutam pelo bumbum perfeito: com a textura lisinha e sem ondulações, em alguns casos afetam até as pernas na parte da coxa. 
Conheça nesse artigo 10 passos que podem ser muito eficazes para acabar com a celulite. Mas antes disso vamos elencar as características de cada grau dessa adversidade. 


Tipos de celulite


Tipos de celulites 

A celulite nada mais é do que uma desordem da derme e atinge homens e mulheres, mas elas são as que mais sofrem com o problema. Ela se forma por conta de um acúmulo de substâncias e uma alta vazão de líquidos para a parte externa dos vasos sanguíneos.  
E aquele conhecido aspecto de “casca de laranja” aparece por que os líquidos se associam com células adiposas, ou seja, de gordura. Classificada em quatro graus, ela pode aparecer na pele por diversos fatores e em alguns casos pode representar riscos à saúde. 
Entre as causas para seu surgimento estão: genética, desiquilíbrios hormonais (sendo o estrogênio o que mais contribui), má circulação do sangue, desiquilíbrios intestinas, retenção de líquidos, estresse e hábitos desregrados com fumo, sedentarismo e má alimentação. 

Celulite Flácida 

É muito comum em pessoas que sofrem com o efeito sanfona – quando perde-se e ganha-se peso drasticamente em pouco tempo, sendo associada à obesidade. Esse tipo se instala principalmente no culote ou coxas, mas podem aparecer nos braços e outras regiões.  

Celulite Edematosa 

Ela é caracterizada por não ser dura nem flácida e por apresentar dor ao ser tocada. Esse tipo de celulite pode ser ocasionado por distúrbios hormonais e metabólicos como hipo ou hipertireoidismo e diabetes. É considerado o estágio mais grave do problema e costuma atingir mulheres com idade avançada. Seu surgimento vem atrelado a: fadiga, sensação de peso e varizes.  

 Celulite Aquosa 

A retenção de liquido e irregularidades na circulação do sangue são as principais causas desse tipo de celulite e também tem relação dos distúrbios hormonais ou em certos períodos que o organismo sofre alterações como, por exemplo, TPM (Tensão Pré Menstrual) e menopausa. Drenagem linfática é o tratamento mais usado para amenizar esses furinhos. 


Celulite Fibrosa
 

É a celulite mais difícil de tratar, pois elas endurecem e criam nódulos pequenos na derme por conta de alterações nas fibras de colágeno. Aparece em mulheres adultas – geralmente com mais de trinta anos -, pois elas com o avanço da idade as células vão parando de produzir colágeno e a pele perde a elasticidade. Essa produção de colágeno pode ser melhorada com a ingestão de proteína animal e os tratamentos mais eficazes são os estéticos.   

Celulite Compacta 

Por mais incrível que possa ser existe uma celulite característica de pessoas que fazem exercícios regularmente e tem o corpo definido por músculosÉ o tipo compacto, que mesmo não aparecendo sem apertar a pele é muito sensível ao toque, causando dor.  

Celulite Branda 

Especialistas dizem que essa é um tipo de celulite comum a todos e pode ser uma junção de várias espécies de celulite. Elas aparecem em determinados locais sendo os mais vistos: coxas, abdome e braços. 

E então, encontrou aí nessa listinha qual seu tipo de celulite? Vale lembrar que é sempre recomendado procurar um profissional confiável para fazer a identificação correta do problema e, após isso determinar qual o melhor tipo de tratamento.  

Formas de tratamento 

Agora que você já descobriu quais são os vários tipos, conheça os 10 passos disponíveis no mercado estético que você pode apostar para amenizar ou acabar com a celulite de vez.  

1. Cremes e géis 

Muitos cosméticos anticelulite como esses são vendidos como se fossem verdadeiros milagres. É certo que eles são importantes aliados, mas não bote toda a fé neles. Eles só serão muito eficientes se forem feitos exercícios físicos e dietas equilibradas juntamente. Contudo, saiba que esses cremes e géis são boas alternativas para tratar celulites mais brandas, de primeiro ou segundo graus – são aquelas que são mais superficiais, que quase não aparecem ser apertar. A indicação dos dermatologistas é usar um bom creme duas vezes ao dia. 

2. Massagem 

Bom, agora que você já pode acreditar na eficiência dos cremes anticelulite, de nada adianta gastar rios de dinheiro neles se não há uma boa aplicação. Para ter melhores efeitos, massagens potentes! A pele ao ser massageada recebe o creme de forma mais profunda, potencializando a ação do produto. Fazendo isso você estará provendo uma ação semelhante às das drenagens linfáticas. Uma sugestão dos dermatologistas é aplicar e massagear a área de baixo para cima.  

3. Combate a alguma alergia 

Muita gente não sabe, mas o aparecimento de celulites pode ser por conta de alguma alergia alimentar. O grande problema, nesse caso, é descobrir qual alimento está causando essa reação alérgica. Para isso você precisará da ajuda de um nutricionista ou alergista, mas saiba que existem duas possibilidades: ou o ingrediente é de difícil digestão ou é ingerido repetidas vezes. Os principais causadores são as proteínas, que são demoradas para fazer a digestão e o corpo, para se defender, disparam algumas reações, como a alergia. 
Dica: se você mesma estiver desconfiando de algum item de sua dieta, pare de consumi-lo por uns 30 dias para ver se as reações cessam. Esse tempo é indicado pois é o suficiente para uma celulite alérgica melhorar, contudo, cada pessoa reage de uma forma. 

4. Drenagem linfática 

Esse é um tratamento bastante requisitado para quem quer eliminar as celulites. A drenagem é um tipo de manipulação, que funciona com auxiliadora do sistema linfático, impulsionando-o a agir normalmente e melhor. Em outras palavras, esse tratamento “filtra os líquidos em excesso e as toxinas que retidas nos tecidos. Assim eles voltam ao sistema circulatório, acabando com o inchaço e melhorando o aspecto da pele, ou seja, as celulites vão embora! 

5Detox geral 

Ninguém imagina que o intestino possa ter alguma ligação com um problema como as celulites. Mas eles são ultra importantes na filtragem dos nutrientes das substâncias que não são boas para o organismo. Caso ele não esteja funcionando bem, muitos detritos alimentares acabam permanecendo no corpo e é aí que os furinhos aparecem. Para melhorar a função dos intestinos é indicado beber muita água e ingerir fibras.  

6Lipo sem cortes 

Você já ouviu falar na lipo sem cortes ou lipo manual? Apesar do nome ela não é muito agradável e é conhecida por deixar a derme bem sensível e até com alguns hematomas pequenos. Isso por que os profissionais aplicam uma grande força para “dissolver” a gordura localizada. Apesar disso, esse método é um dos que as mulheres mais apostam para acabar com as celulites, devido a sua eficácia.  

7. Exercícios físicos 

Como falamos no início do artigo praticar exercícios regulares é uma das formas naturais e saudáveis para evitar as temíveis celulites. Praticando atividades aeróbicas como danças e step, por exemplo, você queima boas quantidades de gordurinhas, prevenindo assim o surgimento das celulites. As ginásticas localizadas também são importantes para atingir essa meta. 

8Cardápio saudável 

Alimentar-se bem parece ser a saída para tudo, não é mesmo? Pois é, uma dieta saudável é uma das maiores aliadas contra as celulites. Aposte em alimentos que tenham potássio, magnésio, selênio e os diuréticos. Isso tudo você encontra, em sua maioria, nos legumes, nas frutas e verduras. O sal, açúcar, carboidratos e proteínas em excesso são os maiores inimigos.  

9. Parar de fumar 

O fumo faz mal para tudo e para todos, não tem jeito. E com a estética corporal não seria diferente. Uma pesquisa, inclusive, indicou que a ação dos cremes anticelulite diminuía drasticamente em mulheres que fumavam. Evite! 

10Água, água e mais água! 

A água, ao contrário do cigarro, faz bem para tudo e para todos. Há quem diga que ela é um poderoso remédio de tão bem que faz! As toxinas do organismo são expelidas para fora por meio da água em forma de urina e suor. Beber oito copos por dia é o mínimo para manter a saúde da pele e da circulação, e assim deixas as celulites bem longe! 

Agora é só anotar todas as dicas e procurar bons profissionais para te ajudar na missão de acabar com as celulites! Nutricionistas, dermatologistas, alergistas, endócrinos e educadores físicos poderão fazer um cronograma completo para você atingir seus objetivos. 

0 comentários