Dieta Low Carb Como fazer, Benefícios [passo a passo]


Você já tentou fazer alguma dieta alimentar? Uma das mais realizadas no mundo todo, inclusive no Brasil, é a dieta low carb, você conhece? Ela consiste em deixar os carboidratos de lado para investir em uma alimentação rica em fibras e proteínas.
No entanto, apesar de ser a aposta da vez de muitas celebridades e musas fitness, a dieta Low Carb não pode ser iniciada sem a conversa com um especialista antes. É imprescindível que você tenha em mente alguns cuidados, como, por exemplo, não transformar esse regime em algo muito restritivo.



dieta low carb o que é


Não é por que o carboidrato deve ser reduzido, que ele deve ser cortado da dieta. Assim como não é para ingerir proteínas em excesso só por que elas são liberadas. Com a ajuda de um nutricionista ou educador alimentar você conseguirá estabelecer um equilíbrio exato para sua necessidade.
O intuito é fazer a DIETA LOW CARB para emagrecer com saúde.

Como fazer a dieta low carb?

Bom, depois de conversar com um especialista de sua confiança, você precisará seguir padrões de alimentação voltados para essa técnica, mas todos voltados para o seu estilo de vida.
Vale saber que essa não é uma dieta comum, por que o objetivo dela não é fazer você passar fome. É, na verdade, um meio de te deixar muito mais saciado por mais horas. Sendo assim, você estará emagrecendo sem nem mesmo perceber.
Quer começar nessa jornada? Indicamos três passos primordiais:


1 – Estabeleça quanto de carboidrato deve comer diariamente

Infelizmente não há como padronizar a quantidade de carboidrato para todo mundo. Cada um tem um metabolismo e reações diferentes, portanto, dependendo de como você mantém sua vida, saberá quanto deve ingerir de massas, pães, bolos, etc. Veja algumas dicas:
  • Pessoas ativas: 100 a 150 gramas – o intuito é manter o corpo e reduzir medidas sem perder massa magra.
  • Pessoas com sobrepeso: 50 a 100 gramas – quem sofre com o efeito sanfona, engorda facilmente ou não tem tempo para fazer exercícios pode apostar nessa quantidade.
  • Pessoas obesas ou com doenças crônicas: 20 a 50 gramas – ideal para quem precisa perder peso rápido e/ou reduzir taxas de colesterol, diabetes, triglicérides, etc.


A dica é, mais uma vez, não se aventurar a restringir os carboidratos sem antes saber se você pode. Há pessoas que não podem deixar de comer de uma vez, precisam de uma taxa maior ou menor, e só com ajuda você terá essa certeza.
Outra sugestão é que você vá experimentando aos poucos. Se o seu médico deu passe livre para fazer a dieta Low Carb, comece consumindo 150, depois 100, depois 50... você verá como o seu corpo reage e o que te satisfaz.

2 – Tenha em mente tudo aquilo que precisa saber para não sair da dieta

Além de cortar uma parte dos carboidratos e perceber qual a quantidade deve comer, você deve anotar e guardar consigo a lista de quais alimentos não deverá ingerir enquanto estiver fazendo a dieta Low Carb, confira nosso post (Alimentos Proibidos e Permitidos na Dieta Low Carb).
Lembrando que essa lista pode aumentar ou diminuir de acordo com suas restrições alimentares (diabéticos, hipertensos, celíacos, alérgicos, etc) e também com suas características orgânicas.
Conheça agora O QUE VOCÊ PODE COMER na dieta Low Carb
  • Carnes: vaca, porco, galinha, pato, cordeiro, etc.
  • Peixes e frutos do mar
  • Ovos: de preferência os ovos caipiras
  • Verduras e legumes sem restrições
  • Sementes e frutas oleaginosas: nozes, castanhas, amêndoas, etc.
  • Laticínios: queijo, creme de leite, iogurte, manteiga, etc.
  • Gorduras: de preferência óleos vegetais, azeite e banha.

O ideal é você ter fácil várias receitas para te ajudar na dieta, confira aqui nosso post de receitas de café da manhã low carb, ou adquira esse super E-Book aqui 101 receitas low carb, pois com essas receitas as chances de você conseguir seguir a dieta aumentam muito.





Saiba também O QUE VOCÊ PODE BEBER na Dieta Low Carb
  • Café
  • Chá
  • Água
  • Refrigerante Diet


Tudo de preferência sem açúcar ou com adoçante.
Agora conheça a lista mais temida por todos, mas a que mais deve ser gravada na cabeça. A de ALIMENTOS PROIBIDOS NA LOW CARB.
  • Açúcar refinado: doces, sorvetes, bolos, tortas e todos os tipos de sobremesas que leva esse tipo de açúcar ou glucose de milho, além de refrigerantes e até os sucos de frutas.
  • Gordura Trans: presente em quase todos os produtos industrializados e gordurosos. Corte toda gordura hidrogenada, como as margarinas, por exemplo.
  • Grãos com glúten: trigo, centeio e cevada. Esse trio de grãos estão presentes em pães, cervejas, massas, entre outras comidas gostosas.
  • Alimentos industrializados e processados: salgadinhos, bolachas, biscoitos, sucos artificiais, enfim, tudo que vem embalado é melhor evitar.
  • Produtos light: para ser realmente light, o produto precisa conter muitas outras substâncias, incluindo carboidratos, portanto, corte-os.

Se você tem dificuldade em deixar de comer certos alimentos, pode tentar diminuir por um tempo, gradativamente, até eliminá-los de vez. Esta forma pode ser mais saudável do que cortá-los de uma hora para outra – o risco, assim, é voltar a comer de uma forma avassaladora.

MEIO TERMO DA DIETA LOW CARB: Aqueles alimentos que você pode se dar ao luxo de comer se só está mantendo o peso com a dieta low carb.
Há também alguns alimentos que você pode incluir na dieta caso esteja conseguindo manter essa nova rotina alimentar ou caso não precise perder peso. Veja a listinha, mas procure não abusar dela, não consuma todos os dias esses alimentos ou não será mais dieta low carb, pois poderá passar seu limite diário com eles facilmente:
  • Tubérculos: batata, batata-doce, cenoura, entre outros.
  • Grãos: aveia, quinoa e até o arroz.
  • Leguminosas: feijões variados e lentilha.
  • Frutas: morangos e abacates podem ser ótimas frutas para sua dieta low carb.
  • Chocolate:
  • Vinho:


Deu para notar que a dieta Low Carb não é tão restritiva quanto as outras, né? Por isso ela não merece todas as críticas que vem ganhando ultimamente.
O que acontece, é que muitas pessoas adotam a LC sem saber se podem ou não seguem as recomendações. Fazendo isso, a dieta não será de forma alguma benéfica ao organismo e nem à saúde, e por conta disso gera dúvidas de especialistas sobre sua veracidade.
Portanto, não deixamos de frisar: escolheu começar a dieta Low Carb? Procure seguir o passo a passo, vá a um nutricionista e saiba direitinho o que você precisa fazer para emagrecer de forma saudável sem comer muitos carboidratos.

3 – Não caia em ciladas comuns

Esse ponto deve ser citado, pois muita gente que começa a dieta Low Carb tende a cometer alguns erros, sendo os principais:
  • Não evitar o carboidrato como recomendado: a maioria das pessoas não diminuem o carboidrato nem mesmo em 150. Isso por que nossa dieta (típica dos países ocidentais), utiliza quase o triplo dessa quantidade. Mas o ideal é que se tente ao máximo atingir essa meta e ultrapassá-la, chegando à fase de cetose: 50 gramas.

  • Abusar da proteína: é certo que esse macronutriente precisa ser consumido em boas quantidades para acelerar o metabolismo e ainda ajudar na saciedade. Todavia, quando se há um passe livre para o consumo dele, é comum haver o abuso, e isso não é muito bom. A proteína em excesso é transformada em glicose, e em vez de emagrecer, você passa a ganhar uns quilinhos.

  • Esquecer que pode consumir gordura: o que deve ser cortado na dieta Low Carb são os carboidratos e açúcares, mas muita gente pensa que cortar também a gordura terá resultados ainda mais expressivos. Grande mito. A fonte de energia utilizada na dieta Low carb, na verdade, são as gorduras, e por isso elas são muito importantes nesse caso. Sem elas, você sentirá fome muito mais rápido e ficará bem desanimado. Ah! Lembre-se de que estamos falando de gorduras saudáveis, e não a trans, considerada vilã da dieta.


Benefícios da Dieta Low Carb

Depois de ver o passo a passo de como iniciar sua dieta Low Carb, você vai conhecer o que vai ganhar com ela. São muitos benefícios para sua saúde que não podem ser esquecidos. Tenha eles em mente para que você não desista tão fácil. Veja só:

1 – O poder da saciedade


Se você é daquelas pessoas que sentem muita fome em alguns períodos do dia, saiba que com essa dieta vai ficar saciado depois das refeições por muito mais tempo. Como dissemos antes, as proteínas têm um grande potencial de deixar qualquer pessoa saciado por longos períodos e isso ajuda bastante a diminuir a quantidade de comida ingerida.
Pesquisas indicam que a redução de apetite acontece quase que de maneira automática. Isto é, logo que você inicia a dieta Low Carb, começa a sentir que não precisa mais de tantas refeições por dia.
Os carboidratos, na realidade, são aqueles alimentos que são deliciosos no momento da refeição, estufam o nosso estômago por alguns momentos, mas logo são processados por nosso organismo, deixando a gente com MUITA fome rapidamente.

2 – A certeza do emagrecimento


Não tem jeito, quando ficamos mais saciados com menos refeições e tiramos do organismo boa parte dos alimentos que engordam, de fato, como carboidrato e glicose, perdemos peso.
Essa é considerada uma das dietas que mais emagrecem da forma correta e que são persistentes. Ou seja, ela não provoca em você o efeito sanfona, você consegue emagrecer e manter seu peso numa boa.
Sem passar fome, você pode emagrecer até 3 vezes mais do que as dietas da moda ou aquelas que são clássicas.

3 – Grande redutora de triglicerídeos no sangue


Quem já fez exames de sangue sabe que há a medição da taxa de triglicerídeos no sangue. Pouca gente sabe que eles são moléculas de gordura e quando eles estão em excesso, quer dizer que algo não está bem no coração.
O principal vilão dessa taxa é o consumo alto de carboidratos, sobretudo quando aparecem na forma de frutose. Desta forma, você consegue reduzir o risco de doenças cardiovasculares cortando o carboidrato.

4 – Amiga do HDL, o conhecido “colesterol bom”


Se tem uma missão que é difícil quando se trata de alimentação saudável, é conseguir reduzir o colesterol ruim, o LDL, e atingir os níveis corretos do colesterol bom, o HDL.
Quanto mais HDL no sangue, menos chances você tem de sofrer uma doença cardíaca e muitas outras.


Viu só quanta coisa boa a dieta Low Carb pode proporcionar a você? Busque conhecer mais a fundo as suas características orgânicas, consulte um especialista e entre de cabeça nesse regime positivo.
Ah, e quando começar, não deixe de procurar por receitas low carb inovadoras para deixar sua rotina saudável ainda mais agradável e sempre renovada.






0 comentários